Linha Branca


    O jogo performativo intitulado Linha Branca é inspirado em imagens do primeiro romance do escritor brasileiro Caio Fernando Abreu. A partir desse contato com a obra Limite Branco (1967), o performer retrabalha algumas situações vividas pelo protagonista utilizando-se de objetos que o colocam em estado de interação entre eles e o observador. Linha Branca é um jogo que pauta-se na investigação da ação enquanto potencialidade cênica, extrapolando os limites de sentido e interpretação. Através de um roteiro que é planejado e experienciado no momento de sua realização, faz com que as significações aconteçam no momento presente e sutil dessa “linha” que aos poucos vai se tornando visível, palpável.

Ficha técnica


  • Performer: Pablo Vieira
  • Provocadores Cênicos: Felipe Fagundes; Heloísa Sousa e Moisés Ferreira.

histórico de Apresentações


  • Abril/2016: Sessão Cultura – CATAB e Teatre-se em comemoração ao dia Mundial do Teatro no Deart/UFRN
  • Setembro/2016: Instituto Sagrada Família em Natal/RN
  • Outubro/2016: Ocupa UFRN
  • Novembro/2016: IV MUAC – Mostra Universitária Artes em Cena, João Pessoa/PB